Motricidade orofacial nos Respiradores orais – O papel do Terapeuta da Fala

Motricidade orofacial nos Respiradores orais – O papel do Terapeuta da Fala
  1. A Relicário de Sons e o Instituto EPAP Portugal organizaram um conjunto de workshops na área da Motricidade Orofacial com a participação da Drª Sílvia Hitos.


Motricidade orofacial nos Respiradores orais – O papel do Terapeuta da Fala


  1. Enquadramento

A respiração nasal é uma função fisiológica necessária para que as estruturas orofaciais se desenvolvam e se mantenham  de forma saudável. Quando há uma modificação nesta situação fisiológica (por diversos motivos) poderá ser desencadeado um padrão de respiração oral. Este padrão irá trazer consequências em todo sistema estomatognático, assim como modificações morfofuncionais em todo o organismo e no aparelho auditivo.

Assim, o padrão de respiração oral encontra-se intimamente ligado a padrões de fala alterados (alterações fonéticas), a alterações do processamento auditivo, a alterações de linguagem (especialmente fonológicas, com repercussão ou não na leitura e na escrita) podendo relacionar-se também com alterações de outras competências cognitivas (atenção, memória,etc.).


  1. Objetivos gerais e específicos

Objetivo Geral: Proporcionar aos formandos uma aprendizagem teórico-prática sobre os princípios que estão na base da avaliação e da intervenção em Motricidade Orofacial nos respiradores orais e a importância da multidisciplinaridade..

Objetivos Específicos:

- Definir o respirador oral

- Identificar o portador da síndrome do respirador oral

- Conhecer as principais etiologias.

-Reconhecer a importância da atuação conjunta de profissionais de diferentes áreas da saúde.

-  Conhecer as principais alterações relacionadas com a atuação na área da terapia da fala

-  Conhecer limitações ao trabalho e principais aspectos a serem tidos em conta no tratamento.


  1. Público-Alvo

Terapeutas da Fala e alunos finalistas do Curso de Terapia da Fala.


  1. Duração

4 horas teórico.práticas.


  1. Calendarização

Poderá selecionar uma data, horário de entre as opções:

Dia 19 de Abril de 2015 // Domingo //  14h00>18h00 (Guimarães)

Dia 25 de Abril de 2015 // Sábado // 14h>18h (Lisboa)


  1. Conteúdos

- Fisiologia da respiração

-Etiologias da respiração oral

- Principais alterações no respirador oral: dentária, ortopédica e sistema estomatognático.

- Formas de intervenção no tratamento do respirador oral: orientação sobre higienização ambiental, terapia propriamente dita para adequação da musculatura e as funções de mastigação, respiração, deglutição e fala

- Discussão de casos clínicos


  1. Investimento

1 workshop - 35 euros

2/3 workshops - 30 euros cada

>4 workshops - 25 euros cada


Resumo curricular da Formadora:

Fonoaudióloga Graduada pela Escola Paulista de Medicina/ UNIFESP em 1989.

Cursou aperfeiçoamento em fonoterapia na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo de 1990 a 1992.

Cursou aprimoramento na Associação Paulista de Odontologia do Estado de São Paulo em 2004.

Especialista em Motricidade Orofacial pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia desde 2005.

Mestre (2008) e Doutora ( 2012) em Ciências da Saúde pela UNIFESP.

Publicou vários artigos em imprensa leiga e em revistas científicas indexadas.

Escreveu capítulos em livros de  Pediatria e Odontologia.

Organizou o livro: Amamentação: atuação fonoaudiológica - Uma visão Prática e Atual.  2008  Ed. Revinter

Idealizou e coordenou o desenvolvimento do SOFTWARE MOTRISIS, desenvolvido pela CTS INFORMÁTICA.

Professora em Cursos de Especialização em Ortodontia.

Docente no curso de Graduação  em Fonoaudiologia e Odontologia na Faculdade Metropolitanas Unidas – FMU, São Paulo

 Orientadora no curso de Mestrado em Motricidade Orofacial e deglutição da ESSA - Escola Superior de Saúde do Alcoitão / Instituto E.PAP – Ensino Profissional, Avançado e Pós-graduado - Portugal.

Idealizadora do Jogo do Mico MOF, desenvolvido pela Relicário de Sons.

Docente de cursos á distância (EAD) na área da fonoaudiologia.





Partilhar no Facebook